Acompanhe nossas redes sociais

Veganos ou vegetarianos: entenda as diferentes filosofias

Desde criança, você tem ouvido pessoas se dizendo vegetarianas e exaltando os motivos que as levaram a adotar tal postura. Por outro lado, para a grande maioria das pessoas, o termo “vegano” é bem menos falado e, por isso, o conhecimento sobre essa prática ainda não é tão difundido.

Por isso, no artigo de hoje, para que não restem mais dúvidas, vamos te explicar as diferenças sobre essas duas práticas. Vamos lá?

O que é o veganismo? 

De uma forma clara e direta, podemos dizer que o vegano tem uma alimentação vegetariana estrita, ou seja, não consome absolutamente nenhum produto de origem animal. Isso quer dizer que não somente a carne, mas também o leite e seus derivados, ovos, mel e até mesmo produtos não alimentares que possam ter algum ingrediente de origem animal, como vestimentas (lã. couro), cosméticos (shampoos, sabonetes, maquiagens) e produtos de limpeza, também são evitados.

Os veganos  vão contra empresas que fazem testes em animais, que os utilizam para entretenimento ou trabalho forçado, como circos, zoológicos, touradas, rodeios, caças, enfim, sobre todas as formas de exploração. Por isso, pode-se dizer que o veganismo não é apenas uma opção alimentar, mas uma postura ativa diante de situações que prejudicam o bem-estar animal.

E o vegetarianismo? 

O vegetarianismo nada mais é do que uma dieta à base de alimentos de origem vegetal (verduras, legumes, grãos, sementes, frutas, cogumelos, algas e cereais), excluindo completamente qualquer carne de origem animal. Dependendo do tipo de vegetarianismo adotado, ovos e laticínios, embora de origem animal, podem estar inclusos na dieta.

Os vegetarianos adotam uma postura que critica fortemente a criação de animais em cativeiro para abate.

Alguns se perguntam: e peixe, vegetarianos consomem? Também não! Não são somente as carnes bovina ou de porco que são excluídas do cardápio. Peixes, galinha, frutos do mar e tudo o mais que seja carne de origem animal são retirados da alimentação.

Enfim, qual a diferença? 

Pode-se dizer que a grande diferença entre os veganos e os vegetarianos é que enquanto o primeiro grupo, além de ter uma dieta vegetariana estrita,  também boicota outras formas de produtos de origem animal que vão além do alimento, o segundo adota uma postura de restrição ligada apenas à alimentação.

O vegetarianismo e suas classificações 

Os vegetarianos podem ser divididos nos seguintes grupos:

Ovolactovegetarianos. Não consomem carne, porém consomem ovos, laticínios e outros alimentos de origem animal.

Lactovegetarianos.  Não consomem carne nem ovos, mas consomem laticínios e outros alimentos de origem animal. É um tipo de vegetarianismo muito comum na Índia, por estar ligado a questões religiosas.

Vegetarianos Estritos. Não consomem carne, ovos, laticínios, ou  qualquer produto de origem animal, por acreditarem que a forma como são obtidos também causa sofrimento aos animais.

Veganos. O vegano é antes de mais nada um vegetariano estrito, porém o conceito extrapola o campo da alimentação, tornando-se uma ideologia ética e política de defesa dos animais.

Os cuidados com a alimentação vegetariana

Quando se pensa em uma dieta vegana, a primeira coisa que vem à mente é a deficiência de alguns nutrientes devido à dieta restrita. Entretanto, isso já vem sendo desmistificado por muitos estudos.

Em 2014, o Ministério da Saúde afirmou no Guia Alimentar para a População Brasileira que o consumo de carnes ou de outros alimentos de origem animal não é imprescindível  para uma alimentação saudável. Ele ressalta, no entanto, a importância de que se tenha uma maior  atenção na escolha da combinação dos demais alimentos que farão parte da alimentação.

Por isso, antes de embarcar em uma dieta vegetariana, procure sempre um nutricionista. Ele poderá lhe instruir sobre como repôr um eventual déficit de nutrientes através da elaboração de um cardápio equilibrado, ou até mesmo por meio de suplementos vitamínicos.