Acompanhe nossas redes sociais

Marcas de alimentação que estão reinventando a maneira de fazer negócios? … elas entendem de geração Z!

Imagino que esteja curioso e intrigado com o título, mas lendo o post vai entender o que tem ocorrido no mercado e conhecer marcas que tem despontado, parecendo até mesmo startups.

Tudo isso está relacionado com gerações, seus comportamentos e forma de consumir. Neste post voltaremos nossas atenções à geração Z (+40% da população nacional). Ela é quem vai ditar a forma como as empresas atuarão e como a roda de consumo irá girar, ao menos na próxima década.

Nascidos dentro de um mundo on-line e móvel, os jovens da geração Z são mais realistas, pragmáticos, éticos, tolerantes e abertos ao diálogo, levando a vida com mais humor e leveza, conforme pesquisa da empresa de consultoria Mackinsey e da agência Box1824.

Eles retomam o engajamento social de gerações passadas e afetam as empresas não somente pelo seu poder de compra, mas principalmente pela influência que exercem sobre os pais, que estão mais próximos, de acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria Fung Global Retail & Technology. Valorizam as marcas que tem consciência ambiental e propósito condizente com suas visões de mundo. Eles têm necessidade de sentir confiança nas empresas.

Um ponto de bastante importância, diz respeito ao esforço que eles têm feito para levar uma vida mais saudável, por meio da escolha de alimentos mais nutritivos. Segundo a Nielsen, consultoria na área de tendências, 78% dos “Zs” estão dispostos a pagar mais por alimentos que contenham benefícios à saúde.

Bom, agora que você já sabe quem é essa turma, vamos apresentar algumas das marcas que desenvolveram soluções brilhantes e que se conectam fortemente com esse público.

SWEETGREEN

Fundada em 2007 e sediada nos EUA, esta marca tem tido resultados muito significativos em torno de seu propósito. Eles buscam, através de uma relação muito próxima com agricultores e com a comunidade, desenvolver a cultura da alimentação saudável e da preservação do meio ambiente. Hoje são mais de 3.500 colaboradores diretos, e tem apresentado uma evolução muito rápida desde que iniciaram o processo de franchising. Até aqui, passaram por 3 rodadas de investimentos de fundos de venture capital, que somaram ao redor de 95 milhões de dólares.

HONEYGROW

Esta marca estadunidense iniciou suas atividades em 2012. Eles prezam por ingredientes saudáveis, modo simples nos preparos e uma experiência tecnológica e de design incrível em suas lojas.

DIG INN

A Dig Inn iniciou suas atividades em 2011 nos EUA com uma proposta bem legal, que é a construção de comunidades ideais através da boa comida. Seus ambientes são descolados, com mesas coletivas, ingredientes frescos e da estação, provenientes em grande parte de agricultores locais. Todos os dias um chef traz uma inspiração única e especial ao cardápio!

MARCAS SE PREOCUPANDO COM ASPECTOS LIGADOS A SAUDABILIDADE, QUESTÕES AMBIENTAIS E SOCIAIS, NÃO É EXCLUSIVIDADE DO VAREJO E OCORRE EM TODOS OS CANTOS DO MUNDO.

Na indústria isso é bastante perceptível também. Notem o movimento de grandes marcas buscando aumentar o portfólio de produtos saudáveis e, de formas distintas, se engajando em causas ambientais e sociais.

Muitas delas, há anos, iniciaram processos de aquisição de marcas com cultura e produtos mais apropriados ao atual momento de consumo. Esse movimento de crescimento não orgânico, muitas vezes é mais viável e rápido do que partir para o desenvolvimento de novas marcas e linhas que venham a atender este novo consumidor.

Tratando-se do franchising de alimentação, é muito importante que o investidor avalie essas tendências e se certifique que o negócio em questão está alinhado aos movimentos do mercado.

No final das contas, não adianta fingir que não vê! É crescente o número de pessoas do bem! Pessoas que têm se conscientizado e acreditam ser possível ter uma melhor qualidade de vida, enxergam a urgência em preservar nosso meio ambiente, e que é muito digno ajudar aqueles que precisam e têm menos do que nós.

Isso, ao nosso ver, é papel de todos e, especialmente das empresas, pois estas têm o dever de retribuir a confiança e preferência de seus clientes. Com isso é possível potencializar melhorias e oportunidades em todo seus entornos.

Caso queira conhecer mais a respeito do propósito da Pizza Me e seus pilares, os quais tem feito a marca ser muito procurada por investidores, leia o post Propósito Transformador Massivo e também o post Os pilares que sustentam o Propósito Transformador Massivo da Pizza Me.

Para fazer contato conosco, basta clicar aqui.